João Maria e Pedro Miguel,
ontem foi um dia particularmente dificil, um dia dificil pela saudade que traz… Estive com a vossa avó Lena e apesar de gostar de a ver relativamente bem, deixou-me muita saudade dos tempos em que a via regularmente. Vi também que com ela acompanha-a sempre uma fotografia do vosso tio. Ja não a via há muito e siginificou muito aqueles dez minutos que tive com ela, ao ver a cara de felicidade por ir ter um neto com o nome do Costinha. Ao mesmo tempo que a saudade aperta-me o coração fico contente pelo facto de tu, João Maria teres escolhido o nome do teu mano para Pedro Miguel. Agora tenho a certeza vocês os dois vão ser duas pessoas espetaculares com o melhor que pode haver pra dar.
Sinto muitas saudeades do vosso tio mas também me sinto contente pelo reencontro com a vossa mãe e com a vossa avó, que já há muito que não via e que sempre me deixou saudades pelo carinho que sempre me deu. Faz-me lembrar aquelas tardes que passávamos em casa do vosso tio no computador ou de volta da música ou simplesmente a falar, em que a vossa avó aparecia sempre a saber se estava tudo bem pronta pra estar conosco.
Sinto muita a falta do meu “mano”, como eu gosto de lhe chamar e como o vou sempre considerar, sinto falta dessas tardes e da companhia dele e de saber que ele anda simplesmente por aí apesar de não tar com ele mas de o poder encontrar e dar-lhe aquele abraço. O pensamente nele está sempre comigo e não passa um dia que não me lembre do vosso tio, não fosse ele o meu grande amigo que me marcou pra sempre, mas agora também que me vou lembrar dele vou me lembrar de vocês e daquilo que vocês significariam pra o Pedro.
Aprendam neste dia a não o recordar com tristeza, mas sim a recordar e conhecer o vosso tio e a pessoa espetacular que ele foi e continua a ser nos nossos corações.
Já lá vai mais um ano “mano” e a saudade continua a apertar.
Vou sempre recordar a nossa amizade Costinha.
posted by Bekas
Bernardo Duarte

One thought on “

  1. Olá Bekas!Para mim também é difícil todas as datas festivas que há em Santarém. Nesse sábado quando te encontrei, lembrei-me logo do meu irmão. Lembrei-me que, apesar de não termos o hábito de irmos juntos ao Festival de Gastronomia, era sempre uma festa quando nos encontrávamos. Lembrei-me do último ano em que estivemos lá juntos: eu grávida do João Maria sem ter bebido nada e ele com um “sorriso de orelha a orelha” e já “meio despachado”.saudades… saudades… saudades

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s