"Chuva" by Mariza

“As coisas vulgares que há na vida
Não deixam saudades
Só as lembranças que doem
Ou fazem sorrir
Há gente que fica na história da história da gente
E outras de quem nem o nome lembramos ouvir
São emoções que dão vida
À saudade que trago
Aquelas que tive contigo e acabei por perder
Há dias que marcam a alma e a vida da gente
E aquele em que tu me deixaste não posso esquecer
A chuva molhava-me o rosto gelado e cansado
As ruas que a cidade tinha
Já eu percorrera
Aí… meu choro de moça perdida
Gritava à cidade que o fogo do amor sob chuva há instantes morrera
A chuva ouviu e calou meu segredo à cidade
E eis que ela bate no vidro
Trazendo a saudade”

posted by Teresa Cordeiro

One thought on “"Chuva" by Mariza

  1. Depois de já ter visto este blogg vezes sem conta e de ter lido alguns textos várias vezes, só hoje decidi deixar um comentario simples mas de coração. Nao posso chamar amizade á relaçao que tive com o Pedro, porque devido a certas circunstancias o tempo em que ele fez parte do meu dia a dia foi curto, mas marcante, uma coisa é certa, aquele sorriso é dificil esquecer. Tenho várias recordações de bons tempos, curtos mas bons, mas marcados pelo seu sorriso sempre.Espero que continuem com muita força e que este blogg seja sempre que possivel actualizado com as palavras tristes mas lindas que tanto a Té como a Patricia deixam (assim como outras pessoas). Obrigado pelas desabafos,simples pensamentos.Fazem a pessoa como eu relembrar o Costinha todos os dias que passo por aqui.Um grande beijo de uma desconhecida…FORÇA

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s