40? Apanha!

40! Como é que alguém ainda acha que pode chegar ao pé de mim e dizer que a vida começa aos 40? A minha não, a minha vida começou exactamente há 40 anos. Porque será que dão tanta importância a fazer 40 anos? Por ter a ternura imortalizada numa canção palerma do Paco Bandeira? Prefiro oh Elvas oh Elvas, sempre tenho um cunhado que é de lá e diverte-me imagina-lo no contrabando dos versos do amor e saudade que herdou da sua cidade.